Meu nome é Flávia Cupello Tamiozzo, tenho 40 anos, sou casada há 11 anos, tenho 02 filhos lindos e sou médica há 15 anos. Fui convidada a escrever sobre como as mulheres são especiais e, como na minha profissão lido diariamente com um momento...
Que desafio falar sobre mim! Como determinação é uma das minhas características , vamos lá!! Como me vejo hoje com 29 anos recém completados: uma mãe, amiga, companheira, guerreira e muito família. Família que sempre foi a minha base e fonte de inspiração para a construção de tudo...
Jornalista. Empreendedora. Esposa. Filha. Irmã. Geminiana com lua em Áries. Mãe de cachorros. Casada com um Tuga. Como todas nós, sou muitas em uma só. Mas confesso que durante muito tempo achei que era mesmo “só” jornalista. Foi quando a vida deu uma guinada e me mostrou...
Enquanto penso no que escrever para este novo texto, o que de fato poderia ampliar nosso olhar e comunicação para o ser mulher, me vem Leonardo Boff em meus pensamentos, sim um homem. Um homem que de alguma forma conseguiu cultivar sua anima. Anima é...
  Mas que sorte a minha, nunca me sonharam, justo a mim coube o exercício de me sonhar! De brevidade são feitos os sonhos e as bolhas de sabão, sabia? Quando estou quase a tocá-los, eles pluft, explodem rasgando o ar num...
Certamente a pergunta mais difícil de responder! Hoje com 28 anos e  três filhos, ainda não sei responder essa perguntar com muita clareza. Talvez aos 17 eu soubesse quem eu era, ou pensava. Eu sabia a classificação que as pessoas ao redor me davam (poucos sorrisos, personalidade forte e decidida). Foi...
  Sou filha, irmã, sobrinha, tia , mulher, mãe, tia avó, esposa, namorada, amante, professora, estudante, profissional Sou dona de casa e executiva . Adulto, adolescente, criança, amiga, parceira, alegre Sou a que chora e que ri. Choro de alegria...
Casada a 18 anos com o Fabricio, da nossa união tivemos 2 filhos especiais: Natan e Cauan. Natan que se foi a 2 anos e 5 meses com 15 anos. Nasceu de parto normal com fórceps e ficou com Paralisia Cerebral. Quando nasceu teve que ser transferido para...
As vezes não conseguimos olhar nos olhos, as vezes não queremos contato físico, só estar perto, só presença... As vezes a comida é nojenta, andar descalço é doloroso, mas calçar sapatos também...Então andamos na ponta dos pés! Os barulhos perturbam o pensamento...Quando alguém diz, tá dito. Nem...